Recarga de Cilindros
de Mergulho ou Paintball

Saiba Mais

Sobre nós

Empresa com mais de 10 anos de mercado
Especializada na Recarga de Cilindros de Ar Comprimido em Campo Grande MS

Trabalhamos com recarga de ar comprimido com uma grande variedade de cilindros

Recarga de Cilindro de MERGULHO RECREACIONAL, MISTURAS GASOSAS, NITROX, TRIMIX  e CILINDROS DE PAINTBALL.

Cilindros

cilindros

unnamed (1) unnamed

AR RESPIRÁVEL

COMO PROCESSAMOS NOSSO AR RESPIRÁVEL

 

Usamos um compressor da BAUER modelo Poseidon – Alemã e filtros especiais Bauer, que definem alta performance de purificação, garantindo a qualidade necessária para uso em misturas especiais de mergulho de grandes profundidades e várias outras aplicações de uso.

 

 

Uma das aplicações mais importantes e interessantes do ar comprimido respirável é no mergulho autônomo ou SCUBA, hoje também usado para recarga de cilindros de paintball e armas de ar comprimido em geral.

Abaixo segue uma síntese de como funciona nossa produção:

O sistema de ar comprimido consiste de 5 etapas:

  1. Geração de ar comprimido respirável,através de compressores dedicados ao mergulho autônomo ou mergulho recreacional
  2. Tratamento do ar gerado
  3. Remoção óleo residual liberado pelos compressores.
  4. Remoção de particulados e materiais dispersos no ar gerado. Geralmente os sistemas de filtragem são compostos por filtros H.E.P. A(filtros de alto desempenho com retenção de até 99,97% de material particulado de até 0,3 micra (µm).
  5. Remoção de vapor e condensado de água do ar atmosférico comprimido (geralmente realizado em duas etapas: secador de ar por refrigeração e secador por adsorção ou supressão). Os secadores ajudam a evitar a proliferação de microrganismos no sistema de ar comprimido (reservatórios, tubulações e filtros)
  6. Remoção de hidrocarbonetos (névoa e gases) que o sistema não conseguiu reter na separação ar/óleo e durante a filtragem de coalescentes(pré-filtragem). A remoção de hidrocarbonetos é geralmente promovida por filtros de carvão ativado.
  7. Remoção de monóxido de carbono(co), realizada por catalisadores dedicados. Invariavelmente o processo de quebra do monóxido de carbono em dióxido de carbono é realizado após todas as etapas anteriores por diversos motivos.
  8. Armazenamento do ar comprimido em reservatórios (cascata) Os reservatórios servem como um sistema de redundância para emergência. Caso falte energia e os compressores deixem de funcionar, os reservatórios conseguem suprir as demandas de recarga.
  9. Sistemas de no-break eficientes. Os sistemas de geradores são vitais não só na geração do ar comprimido respirável. Apesar de não fazer parte da geração e tratamento do ar comprimido, os geradores fornecem a energia elétrica necessária à geração do ar em si.
  10. Monitoração dos parâmetros técnicos do ar comprimido gerado e automação.Na verdade as normas e leis (ABNT NBR 12188:2003, RDC 50, 2011) Analisadores eletrônicos dos parâmetros da qualidade do ar ajudam a prever defeitos e falhas nos sistemas de purificação do ar.

TARIFÁRIO

SERVIÇO / PREÇO

Recarga de cilindro S80/S63/S50/S40 com Ar (200bar) R$ 50,00
Recarga de cilindro S19/S13/S6/Paintball com Ar (200bar) R$ 30,00
Recarga de cilindro de 15 litros com Ar (200bar) R$ 70,00
Recarga de cilindro 18 litros com Ar (200bar) R$ 60,00
Recarga de cilindro S80/S63/S50/S40 com EAN30 (200bar) R$ 70,00
Recarga de cilindro S80/S63/S50/S40 com EAN32 (200bar) R$ 70,00
Recarga de cilindro S80/S63/S50/S40 com EAN36 (200bar) R$ 80,00
Recarga de cilindro S80/S63/S50/S40 com EAN40 (100bar) R$ 100,00
Recarga de cilindro S80/S63/S50/S40 com EAN50 (100bar) R$ 120,00
Recarga de cilindro S80/S63/S50/S40 com O2 (100bar) R$ 150,00
Recarga de cilindro de 15 litros com EAN30 (200bar) R$ 70,00
Recarga de cilindro de 15 litros com EAN32 (200bar) R$ 80,00
Recarga de cilindro de 15 litros com EAN36 (200bar) R$ 85,00
Recarga de cilindro de 15 litros com EAN40 (100bar) R$ 115,00
Recarga de cilindro de 15 litros com EAN50 (100bar) R$ 125,00
Recarga de cilindro de 15 litros com O2 (100bar) R$ 145,00
Recarga de cilindro de 18 litros com EAN30 (200bar) R$ 80,00
Recarga de cilindro de 18 litros com EAN32 (200bar) R$ 90,00
Recarga de cilindro de 18 litros com EAN36 (200bar) R$ 100,00
Recarga de cilindro de 18 litros com EAN40 (100bar) R$ 110,00
Recarga de cilindro de 18 litros com EAN50 (100bar) R$ 150,00
Recarga de cilindro de 18 litros com O2 (100bar) R$ 175,00
Recarga de cilindro NITROX E TRIMIX – SOB ENCOMENDA

Contato

R. Berilo, 68 – Vila Alba, Campo Grande – MS, 79100-040

Apps-Whatsapp-C-icon2 (67) 99101-8263
 contato@recargadearcomprimido.com.br 

Mensagem

Deixe sua mensagem que entramos em contato, obrigado.

BLOG

Sobre o ar comprimido respirável

O ar que respiramos e o mergulho autônomo

 

A harmonia da vida nos reserva inúmeras curiosidades e como um bom curioso, o ser humano não deixa passar despercebido fatos essenciais relacionados à sua sobrevivência, quando encontra uma atividade de recreio e lazer, que pode atender suas expectativas e apresentar elementos técnicos compatíveis com a atualização e aperfeiçoamento constantes de seus participantes, os quais a cada dia ficam mais exigentes em busca de qualidade, segurança e conforto, dentro de uma aventura segura.

 

Neste contexto, encontramos o mergulho recreacional (recreio e lazer), chamado também de mergulho autônomo (autonomia da superfície), ou mergulho SCUBA (self contaneir underwater brifing aparatus) atividade esportiva que vem crescendo no mundo e que se destaca no cenário nacional por se tratar de uma atividade comprovadamente segura, a qual se insere no segmento do turismo de aventura e apresenta com qualidade inúmeros esclarecimentos científicos, visando reforçar o conhecimento básico do mergulhador a fim de torná-lo auto-suficiente para execução da atividade com menor risco possível.

 

Assim, áreas do conhecimento como física, fisiologia, química e biologia são passadas de maneira prática, suave e com uma didática elaborada de maneira cuidadosa e metódica, fazendo com que cada um possa criar sua velocidade de desenvolvimento do conhecimento e execução das tarefas essencialmente práticas. Passo a passo vai provando ao indivíduo que ele também será capaz de desenvolver as habilidades essenciais para desfrutar de um novo ambiente: “o mundo submerso”, ambiente completamente diferente do cotidiano e que requer entendimento e compreensão das leis a que estaremos expostos.

Vamos conhecer um pequeno exemplo desta metodologia: passa despercebida de maneira geral a composição dos gases contidos no ar que respiramos, então quando iniciamos o ensino deste tema, começamos trazendo este questionamento à tona com perguntas simples e objetivas; desta forma, descobrimos que a maioria das pessoas possui um falso entendimento de que inspiramos exclusivamente oxigênio, sendo assim, apresentamos a composição real do ar inspirado, o qual contém em média 78,6% de nitrogênio, 20,89% de oxigênio e 0,82% de argônio – podendo conter gás carbônico, monóxido de carbono que varia conforme o local e outros gases nobres. Acrescentamos a umidade relativa do ar que sofre variação conforme cada região e época do ano.

 

Para a realização do mergulho, necessitamos ter o controle real desta composição, portanto, o correto é a realização de filtragens especiais que podem definir um grau de pureza do ar em diferentes níveis. Na filtragem é o momento onde são eliminados os gases nocivos como gás carbônico e monóxido de carbono e ainda também a água, deixando a ar seco para ser comprimido nos cilindros de mergulho. Esse processo ajuda a evitar ou diminuir a oxidação interna dos cilindros, que poderia por em riscos o mergulho.

Em geral a composição do ar continua a mesma, ou seja, costumamos arredondar para fins de cálculo  – 21% de O2 e 79% de nitrogênio, após inspirarmos este composto e o ar percorrer a cadeia respiratória, elimina-se os mesmos 79% de nitrogênio, por ser um gás inerte sem reação química no corpo, e dos 21% do O2 consumimos cerca de 4% a 5% e eliminamos o restante, completado pelo CO2 produzido no metabolismo celular; este é o mesmo parâmetro fora d’água.
imagem04

 

 

Existem, porém casos especiais para mergulhadores mais especializados que não utilizam a mistura natural citada, mas prepara sua própria composição incluindo mais oxigênio, formando o que se chama mistura enriquecida com oxigênio ou Nitrox. Podem incluir também o gás hélio, formando uma mistura chamada de Trimix, que permite a realização de mergulhos mais profundos sem os efeitos negativos promovidos pelo excesso de nitrogênio sob o aumento da pressão.
imagem05

 

Assim vamos conduzindo de maneira cuidadosa o treinamento, apresentando além de uma teoria lógica, resultados práticos mensuráveis, condicionados através de realização e desenvolvimento de exercícios em um ambiente propício para este fim.

imagem02

 

 

João Batista do Nascimento – Biólogo e Gás Blender Instructor